Rede de Estudos do Cinturão e Rota é inaugurada

O projeto é um mecanismo de intercâmbio e cooperação acadêmica criado pelo Instituto Xinhua junto com outros 15 centros de consultoria

Foi inaugurada nessa semana a Rede de Estudos do Cinturão e Rota, criada em conjunto pelo Instituto Xinhua e outros 15 centros de consultoria. A rede é um mecanismo de intercâmbio e cooperação acadêmica estabelecido para atender organizações internacionais de consultoria, organizações internacionais e regionais e pesquisadores de diversos países, assim como para promover estudos acadêmicos e intercâmbios sobre a Iniciativa Cinturão e Rota, segundo comunicado.

Esses 16 centros que iniciaram o projeto formaram um conselho de fundadores, e Cai Mingzhao, presidente da Agência de Notícias Xinhua e do Instituto Xinhua, também preside o conselho. Como principal iniciador, o Instituto Xinhua também é a sede do Secretariado do Conselho.

A Rede de Estudos do Cinturão e Rota planeja realizar um evento de intercâmbio acadêmico anualmente, organizar seminários e visitas de campos aos projetos do Cinturão e Rota e arrecadar dinheiro para estabelecer um fundo de pesquisa internacional sem fins lucrativos para o Cinturão e Rota.

O comunicado diz que a inauguração da Rede de Estudos do Cinturão e Rota impulsionará os estudos especializados na iniciativa para um nível superior e contribuirá com mais sabedoria e força para a construção do Cinturão e Rota. A página oficial é a www.brsn.net e a rede também criará a sua aplicação, assim como uma revista da Rede de Estudos do Cinturão e Rota e um banco de dados básico relacionado à iniciativa.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.