Quanzhou é adicionada à Lista de Patrimônio Mundial da UNESCO

Cidade é considerada o “Empório do Mundo na China de Song-Yuan”

A cidade portuária de Quanzhou, no leste da China, que foi saudada como “muito grande e nobre” pelo explorador italiano Marco Polo, ganhou o status de Patrimônio Cultural Mundial da UNESCO no domingo.

A instituição aceitou “Quanzhou: Empório do Mundo na China de Song-Yuan” em sua Lista durante a 44ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, que está sendo realizada em Fuzhou, capital da Província de Fujian, leste da China.

Localizada em planícies estreitas ao longo da costa de Fujian, a cidade foi um dos maiores portos do mundo ao longo da histórica Rota da Seda Marítima, particularmente na antiga Dinastia Song (960-1279) e Dinastia Yuan (1271-1368) da China.

O patrimônio inclui 22 locais de construções e estruturas administrativas, edifícios religiosos, assim como estátuas. O patrimônio testemunhou comunidades multiculturais, locais memoriais e monumentos, produção de cerâmica e ferro, e uma rede de transporte formada por pontes, cais e pagodes que guiavam os viajantes.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.