Qualidade do ar e da água melhora em Pequim

A contínua melhora que aconteceu em 2018 é resultado das iniciativas tomadas pela cidade para combater a poluição

As autoridades ambientais de Pequim anunciaram que em 2018 a qualidade do ar, da água e do solo da capital chinesa continuaram a melhorar devido aos esforços feitos na luta conta a poluição. De acordo com o relatório anual do Departamento Ecológico Municipal de Pequim, o ar teve uma concentração média de PM2,5 (partículas de até 2,5 μm de diâmetro, que trazem graves riscos à saúde) de 51 μg/m³, 12,1% a menos que em 2017.

A concentração de dióxido de enxofre, dióxido de nitrogênio e PM10 caíram 25%, 8,7% e 7,1%, respectivamente. Segundo Liu Wei, diretor do departamento de monitoramento, dois terços das partículas PM2,5 foram produzidas localmente, e o restante veio de outros lugares. A qualidade da água de Pequim também continuou a melhorar em 2018. Os rios de pobre qualidade hídrica tiveram uma redução de 13,7%, e as áreas de lagos poluídas diminuíram 10,7%.

Pequim está implementando um plano de ação de três anos para vencer a luta contra a poluição do ar. Dessa forma, a cidade vem tomando iniciativas para controlar os poluentes de caminhões de diesel, poeira e compostos orgânicos voláteis. No ano passado, foram desativadas 656 companhias poluidoras, e fábricas petroquímicas e outras companhias muito poluidoras tiveram que instalar equipamentos para cortar as emissões.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.