Província chinesa produtora de carvão investe em novas energias

No mês de maio, a capacidade instalada de geração de energia solar e energia eólica totalizou 20,05 GW

Shanxi, a província chinesa que mais produz carvão no país, intensificou o seu desenvolvimento de novas energias, com o objetivo de impulsionar a sua economia sem prejudicar o meio ambiente. A capacidade instalada de geração de energia eólica e solar na província totalizou 20,05 GW no final do mês de maio, o que é 28,5% a mais do que no ano anterior, segundo a sucursal provincial da rede nacional State Grid.

A capacidade total de geração de energia elétrica de Shanxi chegou a 86,87 GW em maio, sendo que a capacidade do setor eólico alcançou 10,9 GW e a do setor solar chegou a 9,15 GW. A nova energia representou 23,1% da capacidade total de geração elétrica da província. No mês passado, a geração de energia elétrica de Shanxi foi de 26,3 bilhões de kW/h, com 2,9 bilhões correspondentes às novas energias.

Hoje em dia, mais edifícios substituíram o carvão por novas energias para alimentar os sistemas de aquecimento durante o inverno. Além disso, essas fontes são vendidas para outras regiões do país como forma de impulsionar suas economias. Shanxi pretende, até 2020, aumentar a sua capacidade total de geração de energia para 110 GW, dos quais 35% devem corresponder a novas energias, segundo um plano de desenvolvimento energético para 2016-2020.

A China como um todo tem utilizado mais formas de energia renovável e melhorado a sua estrutura energética para reduzir as emissões dos gases de efeito estufa e lidar com a poluição do ar.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.