Prorrogação da data limite não cancela ou muda o aumento das tarifas dos EUA

Após uma avaliação feita por um gabinete do governo chinês, ficou claro que a natureza do aumento das tarifas dos produtos chineses nos EUA não sofreu nenhuma alteração

Segundo uma avaliação do Gabinete da Comissão de Tarifas Alfandegárias do Conselho de Estado da China, a medida técnica dos Estados Unidos de manter a tarifa adicional de 10% sobre alguns dos produtos chineses importados não muda a natureza do seu aumento. O comentário foi feito na última semana, após o Escritório do Representante de Comércio dos EUA publicar uma nota sobre a aplicação da Seção 301.

“Notamos que o Escritório do Representante de Comércio dos Estados Unidos fez um anúncio afirmando que os produtos relacionados exportados da China para os EUA antes de 10 de maio se manterão sujeitos à tarefa adicional de 10%, se eles entrarem nos EUA antes de 15 de junho de 2019”, disse o gabinete em um comunicado. O texto expõe que a medida técnica não muda, no entanto, a natureza do aumento das tarifas a partir de 10 de maio de 2019.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.