Professor brasileiro de arte marcial luta contra epidemia na China

Morador de Pequim, Sergio Silva conseguiu arrecadar milhares de máscaras para Bahia

Sergio Silva, de 42 anos, é um professor veterano de artes marciais, designer profissional e diretor de cinema iniciante, e agora ele se descreve como um lutador contra a pandemia do novo coronavírus. O baiano, que mora em Pequim desde 2016, conta o que está fazendo para ajudar na batalha contra a COVID-19.

“As medidas da China deram um grande exemplo”, disse Silva. “Agora que o vírus eclodiu em muitos outros lugares, incluindo em nosso país natal, o Brasil, esperamos compartilhar nossas medidas anti-epidêmicas na China com nossa família, amigos e mais pessoas.”

Além de fazer vídeos em português para compartilhar suas ações contra o vírus, o professor de Jiu-Jitsu também está auxiliando instituições de saúde brasileiras na coleta de suprimentos antivírus na China. Ele conseguiu o apoio da plataforma de vídeo Kwai, que doará 20 mil máscaras médicas para um hospital local da Bahia.

“Espero que a epidemia termine e tudo volte ao normal o mais rápido possível”, admitiu. “Sinto falta do tempo de praticar grappling e luta no chão no ginásio. Estou ansioso para ver meus alunos novamente”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.