Primeiro satélite de exploração solar da China faz progressos, diz autoridade

Equipamento já observou quase 100 erupções solares

Créditos: Zheng Bin/Xinhua

O primeiro satélite de exploração solar da China já observou quase 100 erupções solares e completou seus testes e experimentos em órbita, disse a Administração Espacial Nacional da China (CNSA, sigla em inglês) em uma coletiva de imprensa na terça-feira.

Os dados científicos das observações do satélite foram oficialmente divulgados e compartilhados com o mundo, disse Zhao Jian, designer-chefe do projeto Gaofen do país, ao explicar sobre o progresso do satélite.

Lançado em outubro do ano passado, o satélite Xihe opera em órbita síncrona do sol a uma altitude média de 517 km, com um espectrômetro de imagem solar Hα como sua principal carga científica.

O satélite obteve, pela primeira vez no mundo, a estrutura fina das linhas espectrais solares Hɑ, SiΙ e FeΙ em órbita, que podem refletir diretamente as características das erupções solares, disse Zhao.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.