Primeira locomotiva de célula de hidrogênio da China inicia operação

Veículo diminui emissões de carbono em 96 mil toneladas por ano no trajeto entre Mongólia Interior e porto de Jinzhou

A primeira locomotiva híbrida a combustível de célula de hidrogênio desenvolvida na China iniciou um teste na sexta-feira em uma linha ferroviária para transporte de carvão na Região Autônoma da Mongólia Interior.

O projeto foi lançado em conjunto pela subsidiária da State Power Investment Corporation Limited (SPIC), pela CRRC Datong e Hydrogen Energy. Em comparação com as tradicionais locomotivas movidas a diesel, a de nova energia deve cortar as emissões de carbono em cerca de 96 mil toneladas por ano na ferrovia de 627 quilômetros que liga a mina de carvão de Baiyinhua na Mongólia Interior com o porto de Jinzhou, na Província de Liaoning, nordeste da China.

Li Lingtao, engenheiro-chefe adjunto da CRRC Datong, disse que a locomotiva tem uma velocidade projetada de 80 km por hora. Ela pode funcionar continuamente por 24,5 horas quando totalmente abastecida. Sua carga máxima de tração em estradas retas chega a 5 mil toneladas.

A locomotiva de nova energia tem amplas perspectivas de mercado para uso em grandes fábricas, minas e portos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.


  • ROBERTO VINENTE disse:

    Parabéns pela iniciativa de reduzir as emissões de gás carbônico no meio ambiente, o planeta agradece.