Portugal celebra Festival do Barco-Dragão Chinês

O Instituto Confúcio da Universidade de Aveiro realizou, além da tradicional competição de barcos-dragão, uma série de atividades culturais chinesas

O tradicional Festival do Barco-Dragão Chinês aconteceu de 7 a 9 de junho e, em Portugal, o Instituto Confúcio da Universidade de Aveiro realizou uma competição de barcos-dragão como forma de celebrar a data. Dois barcos de dragões competiram no canal de Aveiro, na cidade de mesmo nome, que é conhecida como a “Veneza Portuguesa”. Milhares de moradores locais e turistas tiraram fotos e aplaudiram os competidores calorosamente.

Além das corridas, foram realizadas outras atividades, como a performance do tradicional chinês Wushu (artes marciais chinesas), o coro infantil de canções chinesas, o desenho no sal, entre outras. Luís Castro, vice-reitor da Universidade de Aveiro, disse que é uma honra para a universidade realizar uma série de atividades para celebrar o Festival do Barco-Dragão Chinês.

“Os eventos não só aprofundarão a compreensão da cultura chinesa pelos portugueses, como também promoverão a integração das diferentes culturas dos países”, afirmou Castro. “As pessoas em Aveiro estão contentes por terem a oportunidade de ver as atividades chinesas com seus próprios olhos”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.