Pesquisadores revelam como é formado o mais longo campo de meteoritos do mundo

Ferros de meteorito com até 28 toneladas foram encontrados em Altay, Região Autônoma Uigur de Xinjiang

Créditos: Xinhua/Shi Zhiqiang

Pesquisadores chineses estudaram os grandes ferros de meteorito para determinar como é formado o mais longo campo de meteoritos espalhados do mundo em Altay, Região Autônoma Uigur de Xinjiang, noroeste da China.

A China descobriu sucessivamente ferros de meteorito com peso de 28 toneladas, 23 toneladas, 18 toneladas, 5 toneladas e 0,43 tonelada em Altay. Os enormes ferros em Altay compõem o mais longo campo de meteoritos espalhados por cerca de 430 quilômetros.

Pesquisadores do Observatório da Montanha Roxa da Academia Chinesa de Ciências cooperaram com seus colegas da Universidade Sun Yat-sen, da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau e da Universidade de Arizona para desenvolver explicações de como os meteoritos foram formados através de métodos de mineralogia de rochas, geoquímica e simulação numérica.

Sua modelagem numérica mostra que um asteroide pesando de 280 a 3.440 toneladas caiu na atmosfera da Terra a uma velocidade de 12 a 15 quilômetros por segundo com um ângulo de entrada raso de cerca de 6,5 a 7,3 graus.

O processo foi como o pulo de uma pedra, o que explica a formação da trajetória do asteroide, que pode levar à dissipação de energia durante seu voo de longa distância, de acordo com um artigo de pesquisa recente publicado na revista Science Advances.

A pesquisa estabeleceu um modelo dinâmico da entrada de asteroides próximos à Terra na atmosfera do nosso planeta.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.