Pesquisadores chineses mapeiam mudanças climáticas na região do Rio Yangtzé

Cientistas conseguiram desvendar as variações nos últimos 13 mil anos

Pesquisadores coletaram dados multi-indicadores de sedimentos do Rio Yangtzé na região central entre Qinghai e Tibet, e desenvolveram um registro de alta resolução das mudanças climáticas e efeitos das monções nos últimos 13 mil anos.

Os cientistas distinguiram quatro estágios de mudança paleoclimática desde a Última Era do Gelo: relativamente frio durante o período glacial, condições quentes e úmidas no início do Holoceno, condições frias e secas no Holoceno médio e tardio, e uma tendência cada vez mais quente e úmida nos últimos 2 mil anos.

Além disso, as mudanças climáticas foram forçadas pela insolação com efeitos eólicos sobrepostos e água derretida, de acordo com o artigo publicado na revista Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.