Pesquisadores chineses desenvolvem máscara de grafeno para uso de 48 horas

Material é capaz de destruir parede celular de bactérias

Pesquisadores chineses desenvolveram uma nova máscara com grafeno – uma das formas cristalinas do carbono. Quando aplicado na camada de filtro, o material é capaz de destruir a parede celular de bactérias. As novas máscaras são capazes de se proteger por até 48 horas, tempo muito maior do que as tradicionais.

Segundo a Aero Engine Corporation of China (AECC), o material de grafeno-polipropileno é colocado no pano não tecido de meltblown (fundido e soprado), a camada principal de filtro de máscaras. Graças à aplicação deste material, a máscara apresenta propriedades antibacterianas mais fortes, permeabilidade ao ar melhor e durabilidade mais reforçado.

Comparada com o pano usado nas máscaras faciais tradicionais, a nova camada com grafeno-polipropileno demonstra a permeabilidade de sentido único, o que torna a máscara mais confortável para os usuários.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.