Pesquisadores chineses desenvolvem mapa de alta definição sobre ocupação do solo

Com resolução espacial de 10 m, o mapa poderá ser usado no monitoramento ambiental

Um mapa com resolução espacial de 10 m sobre a ocupação do solo no planeta foi desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Ciências do Sistema da Terra da Universidade Tsinghua em conjunto com institutos nacionais e internacionais. Batizado de FROM-GLC10, o mapa poderá ser usado no monitoramento ambiental ao distinguir terras de cultivo, corpos de água e florestas.

O objetivo do mapa é prover informações de maior resolução sobre a ocupação do solo para facilitar que as metas de desenvolvimento sustentável sejam alcançadas, mesmo com o impacto do crescimento populacional, urbanização, expansão agrícola, mudança climática, escassez energética, exploração excessiva de recursos e diminuição da biodiversidade.

Os pesquisadores coletaram cerca de 480 mil amostras multi-sazonais usando as imagens Landsat-8 adquiridas em 2014 e 2015. Os dados preliminares já mostraram que a exatidão geral de classificação pode chegar a ser melhor que 72%. O mapa já começou a fornecer serviços de dados para usuários de todo o mundo.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.