Pesquisadores chineses criam robô impresso em 3D para inspecionar tubos

O dispositivo é capaz de escalar paredes internas e externas de tubulações

Uma equipe de pesquisa da Universidade de Tianjin, na China, desenvolveu um robô escalador de tubos. O equipamento foi impresso em 3D e é composto de novos mecanismos de flexão suave sequenciados.

O diferencial do dispositivo é que, além de inspecionar vazamentos e realizar outras tarefas em tempo real, ele é capaz de escalar paredes internas e externas de tubulações.

Os robôs são normalmente projetados para aplicações específicas com estruturas complexas, o que limita o seu uso. Eles também costumam ser pesados por causa dos materiais de que são feitos.

O equipamento criado pelos pesquisadores chineses é composto por uma garra superior, uma seção intermediária e uma garra inferior, além de três tubos de admissão na parte traseira para controlar as seções.

“Para acionar um movimento de ‘escalada’, só precisamos pressionar e despressurizar alternadamente as garras do dispositivo, e o movimento está sob nosso controle direto”, disse o Dr. Liu Jianbin, do grupo de pesquisa. A parte intermediária se alonga como uma minhoca quando é pressurizada e volta ao normal quando despressurizada.

A impressão em 3D foi feita em um material que permite grandes deformações de flexão e pode girar em torno das direções longitudinais ou laterais. O robô também é adaptável a tubos com diferentes diâmetros, raios de curvatura e inclinações.

Os pesquisadores usaram um software CAD no dispositivo baseado em módulo para facilitar futuras atualizações.

O equipamento também tem uma grande capacidade de carga estática de 1 mil gramas, que corresponde a quase 80 vezes o seu próprio peso.

No futuro, a equipe pretende integrar sensores ao robô, permitindo que ele faça a manutenção da tubulação de forma independente.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.