Pesquisador brasileiro cita três grandes conquistas do PCCh em cem anos

Professor José Medeiros da Silva defendeu importância do aprendizado da história do país

O doutor em ciência política e professor na Universidade de Estudos Internacionais de Zhejiang, José Medeiros da Silva, cujo nome chinês é Shi Ruojie, mora há treze anos na China e defende a importância de entender a história do país asiático para aprender o seu idioma.

“O papel do tradutor será um mediador cultural. Como estudante de idioma, precisa encontrar caminhos para facilitar o aprofundamento dessa relação”, ele afirmou em uma entrevista à agência Xinhua, ao destacar três grandes feitos do Partido Comunista da China.

Para ele, a primeira grande conquista é que o Partido definiu, desde o início, um grande objetivo: lutar pela vida melhor do povo e pela construção de um país. O segundo feito foi o fato de que a China encontrou seu próprio caminho de desenvolvimento, reforma e abertura. E o terceiro foi a eliminação da pobreza absoluta, meta atingida justamente no centenário de fundação do Partido.

“Essas grandes conquistas da China estão diretamente ligadas à capacidade do Partido de unir o povo e o país. O PCCh é a espinha dorsal da China”, afirmou José. “Como pesquisador, é um privilégio poder testemunhar diretamente esse grande acontecimento histórico que é o 100º aniversário da fundação do Partido”, ele acrescentou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.