Pequim tem 46 instituições de teste de ácido nucleico para acelerar diagnóstico de COVID-19

“Se qualquer indivíduo tiver necessidades de teste, poderá marcar uma consulta com antecedência”, diz porta-voz

Passageiros esperam para fazer testes de ácido nucleico após chegar a um ponto de verificação em Pequim.

Do início de fevereiro até hoje, 29 novas instituições de teste de ácido nucleico foram abertas em Pequim. A cidade agora conta com 46 estabelecimentos com essa finalidade.

“Se qualquer organização ou indivíduo tiver necessidades de teste, poderá verificar a lista de prestadores de serviços no site e na conta no WeChat da comissão municipal de saúde de Pequim e marcar uma consulta com antecedência”, disse Gao Xiaojun, porta-voz da comissão, em uma entrevista coletiva.

Gao disse que a capital chinesa encoraja e apoia mais instituições qualificadas a realizar testes de ácido nucleico para acelerar o processo de diagnóstico. Até o final de terça-feira, Pequim registrou um total de 416 casos domésticos confirmados da COVID-19 e 174 casos importados confirmados, segundo a comissão.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.