Pequim registra queda na densidade de PM 2.5

Nos primeiros nove meses de 2018, a densidade do poluente foi de 50 µg/m³, 16,7% a menos que no mesmo período em 2017

Pequim registrou uma queda de 16,7% na densidade do perigoso PM 2.5 nos primeiros nove meses de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com o Departamento Municipal de Proteção Ambiental de Pequim. Nesse período, a concentração do PM2.5 caiu para 50 µg/m³ e houve apenas oito dias em que o ar estava fortemente contaminado, uma ocorrência 50% menor do que em 2017.

O departamento afirmou que a densidade média de PM 2.5 esteve dentro dos 35 µg/m³ durante os meses de janeiro, agosto e setembro, sendo esses os melhores valores já registrados. Além disso, a densidade média do dióxido de enxofre, dióxido de nitrogênio e PM 10 nos três primeiros trimestres foi de 6, 38 e 77 µg/m³, respectivamente, o que representa uma queda de 33,3%, 15,6% e 14,4%.

Pequim tem feito esforços para conter a poluição do ar, que incluem  maior fiscalização das emissões dos automóveis , a promoção de novos veículos de energia e o fechamento de empresas poluidoras.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.