Pequim recolhe mais de 388 mil bicicletas compartilhadas

Segundo a Comissão Municipal de Transporte, o objetivo é tentar regular o setor, uma vez que muitas dessas bicicletas foram distribuídas de forma inapropriada

A Comissão Municipal de Transporte de Pequim divulgou que 388,1 mil bicicletas compartilhadas foram recolhidas por não terem sido distribuídas apropriadamente e terem afetado a ordem, o meio ambiente e o tráfego da cidade severamente. Os resultados de gestão e supervisão do setor de bicicletas compartilhadas na primeira metade de 2019 foi divulgado na quinta-feira (1º).

Desde o final do mês de junho, a cidade já adotou diversas medidas, como a retirada das ruas e armazenagem das bicicletas compartilhadas que foram estacionadas inapropriadamente, para tentar regular o setor da melhor maneira possível.

Atualmente, cinco empresas de bicicletas compartilhadas, como a Mobike e a Ofo, fazem parte do sistema de administração da cidade por meio da plataforma de serviços e supervisão de bicicletas compartilhadas.

Durante esse primeiro semestre, as bicicletas diariamente ativas responderam apenas por cerca de 16% das bicicletas compartilhadas registradas. Anteriormente, Pequim estimou que o número de bicicletas compartilhadas era 1,91 milhão. Contudo, as bicicletas compartilhadas da cidade continuam sendo seriamente excedentes, o que, ao lado de uma fraca operação no local e manutenção pelas empresas, resulta na distribuição ineficiente de veículos compartilhados.

A capital chinesa planeja estabelecer um mecanismo de administração que liga os resultados de avaliações às quotas de veículos de companhias operadoras.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.