Pequim recicla bicicletas compartilhadas e regulamenta o seu uso

A medida foi tomada para melhorar a eficiência do setor de compartilhamento de bicicletas da cidade

Pequim reciclou 195 mil bicicletas compartilhadas quebradas e abandonadas durante uma campanha de um mês para regulamentar esse setor na cidade, pelo que informou a Comissão Municipal de Transportes. Desde o dia 13 de maio, quando a campanha teve início, as empresas de bicicletas compartilhadas enviaram mais de 2 mil funcionários de manutenção e cerca de 1.660 veículos de manutenção para completar a tarefa. Vários distritos da cidade enviaram mais de 13 mil inspetores a mais de 18 mil áreas com grande presença de bicicletas, como estações de metrô e zonas empresariais.

Atualmente, 85 mil bicicletas compartilhadas são estacionadas nos arredores do metrô de Pequim, 45 mil a menos que antes da campanha. Apesar da diminuição do número de bicicletas compartilhadas, as viagens feitas com elas aumentaram e o seu uso se tornou mais eficiente. A capital chinesa oferece cerca de 4 mil áreas de estacionamento para empresas de bicicletas compartilhadas, que estão sendo organizadas para iniciar a instalação de cercas elétricas.

Pequim irá realizar uma avaliação mensal das empresas de bicicletas compartilhadas e, de acordo com o resultado obtido, ajustará o número de bicicletas que podem ser colocadas no mercado.

O setor de compartilhamento de bicicletas da China se desenvolveu rapidamente, tendo aliviado os engarrafamentos e promovido um estimo de vida saudável. Apesar disso, ele criou novos problemas e desafios para administração municipal, como estacionamento aleatório e arbitrário desses veículos. Até o final de abril, Pequim tinha nove empresas de compartilhamento de bicicletas e mais de 1,9 milhão de bicicletas compartilhadas. Apesar disso, o uso ativo dessas bicicletas era de menos de 50%.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.