Pequim aumentará as áreas destinadas a testes de veículos de autocondução

O distrito de Haidian deverá construir uma área de demonstração com 100 km para esse tipo de veículos

O distrito de Haidian, centro de tecnologia de Pequim, busca expandir a sua liderança em veículos de autocondução com a criação de mais áreas de testes. Segundo o chefe do governo distrital, Dai Binbin, Haidian irá construir uma área de demonstração com 100 km para veículos de autocondução, o que faz parte de um plano de ação emitido pelo governo para estimular o desenvolvimento e a inovação de veículos sem motoristas e veículos conectados inteligentes (ICV, em inglês).

A área será um lugar para desenvolver ICVs e transporte inteligente por meio de múltiplos cenários, gerenciamento de nuvem, testes simulados e suporte de dados, pelo que disse Dai. Ele ainda falou que empresas e pesquisadores poderão testar tecnologias em transporte, logística e entrega, além de limpeza de vias.

O distrito de Haidian busca intensificar a cooperação internacional no setor e planeja uma competição de alto nível de veículos de autocondução. Em março de 2018, Pequim destinou 33 vias com um comprimento total de 105 km para testes de carros de autocondução em Yizhuang, Shunyi e Haidian, todos fora do Quinto Anel Rodoviário e longe de áreas densamente povoadas.

No ano passado, a cidade concedeu licenças de teste em vias para oito fabricantes de automóveis (Baidu, NIO, BAIC, Pony.ai, Tencent, Didi, Daimler e Audi). Segundo o plano do governo, espera-se que os espaços de teste para ICVs na capital atinjam 500 km² até 2022, e um total de 2 mil km de vias também estarão abertos para testes.

Haidian abriga o parque de ciências de Zhongguancun, centro de tecnologia da capital. A Baidu, empresa líder no desenvolvimento de veículos de autocondução, é uma das companhias que estão sediadas em Haidian.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.