Pequim aprova classificação de lixo residencial obrigatória

A obrigatoriedade entrará em vigor a partir de maio de 2020 e o lixo deverá ser classificado em quatro categorias: resíduos de cozinha, resíduos recicláveis, resíduos perigosos e outros resíduos

A cidade de Pequim decidiu que a partir de maio de 2020 será adotado um sistema de classificação obrigatória de lixo residencial em toda a cidade, como parte dos esforços para fortalecer a administração urbana e prevenir a poluição. De acordo com um projeto de emenda dos regulamentos de administração de lixo residencial da capital chinesa, unidades e indivíduos serão obrigados a classificar o lixo em quatro categorias (resíduos de cozinha, resíduos recicláveis, resíduos perigosos e outros resíduos). 

As multas para os indivíduos que não separarem o seu lixo e se recusarem a corrigir tal comportamento pode ir de 50 yuans (US$ 7) a 200 yuans. A regra foi aprovada na quarta-feira (27) durante uma sessão do Comitê Permanente da 15ª Assembleia Popular Municipal de Pequim, depois de solicitar opiniões de 12 mil legisladores e mais de 240 mil residentes em agosto.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.