Paulo Guedes avalia que exportações para Ásia salvaram economia brasileira no primeiro semestre

Rápida recuperação econômica da China evitou que agronegócio do Brasil sofresse grandes impactos

O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira que a rápida recuperação da economia de países asiáticos, especialmente a China, evitou que as exportações brasileiras sofressem grandes impactos causados pela pandemia de COVID-19.

Em um evento organizado pela Frente Parlamentar da Agropecuária, Guedes revelou que se esperava uma queda de cerca de 10% no Produto Interno Bruto, com 3,5% provocado pelo “choque externo”. “Isso não aconteceu graças às exportações do agronegócio”, disse o ministro.

“A retomada da economia dos países asiáticos manteve as exportações brasileiras do agronegócio quase no nível do mesmo período do ano passado e, com isso, supriram a forte queda dos embarques para os Estados Unidos, Europa e Argentina”, explicou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.