Partido Comunista da China divulga diretriz para a batalha contra a pobreza

Governo do país pretende tirar mais de 30 milhões de pessoas da pobreza até 2020 para construir uma sociedade moderadamente próspera

Uma diretriz para erradicar a pobreza até o ano de 2020 foi divulgada pelo Comitê Central do Partido Comunista da China e pelo Conselho de Estado. São mais de 30 milhões de pessoas que o governo pretende tirar da miséria nos próximos três anos, para que consiga tirar todos os distritos carentes rurais da pobreza e construir uma sociedade mais próspera.

De acordo com o documento, as populações mais carentes devem receber os alimentos e vestuários necessários, além de medicamentos básicos, para ter uma boa condição de vida. As autoridades ainda precisam garantir que todas as crianças mais pobres recebam uma educação obrigatória de nove anos. As áreas que serão priorizadas nesse trabalho de alívio da pobreza são o Tibete, a sub-região autônoma da etnia Li de Liangshan, na província de Sichuan, e a sub-região autônoma da etnia Lisu de Nujiang, na província de Yunnan.

O plano de ação enfatiza que buscará estimular indústrias diversas, apoiar empregos, melhorar o sistema de realocação, restaurar áreas ecológicas e investir em educação. Entre as outras medidas para o combate à pobreza estão a aceleração da construção de infraestruturas em áreas pouco abastadas, o aumento do apoio financeiro e fiscal, a mobilização social, além do reforço e do aperfeiçoamento da liderança do Partido em prol dessa causa.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.