Para embaixador da China nos EUA, potências deveriam trabalhar para cooperação em vez de se confrontarem

“Não acho que uma nova Guerra Fria sirva aos interesses de ninguém”, disse Cui Tiankai

O embaixador chinês nos Estados Unidos, Cui Tiankai, declarou nesta semana que “a China não deseja que as tensões entre Pequim e Washington aumentem ainda mais após o fechamento de consulados dos dois países nas últimas semanas”.

Segundo uma reportagem publicada pela Reuters, durante um fórum de segurança realizado virtualmente, Cui comentou que “as duas principais economias do mundo deveriam trabalhar para a cooperação em vez de se confrontarem”.

“Não acho que uma nova Guerra Fria sirva aos interesses de ninguém”, disse. “Por que devemos permitir que a história se repita, quando nos deparamos com tantos novos desafios?”, questionou o embaixador.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.