Para acadêmico americano, políticas comerciais dos EUA em relação à China falharam

Estratégias norte-americanas estão “destruindo os empregos locais”, apontou David J. Firestein, durante evento na Universidade da Carolina do Sul

As políticas comerciais dos Estados Unidos em relação à China estão “destruindo os empregos locais” e “prejudicando a economia americana”. É o que apontou David J. Firestein, presidente e CEO da Fundação George H. W. Bush para Relações EUA-China, durante uma apresentação online realizada pela Universidade da Carolina do Sul.

De acordo com Firestein, “o déficit de mercadorias dos EUA com a China é maior do que nunca”. Em sua análise, ele também afirmou que “os empregos em manufatura neste país vêm sendo perdidos, não ganhos”.

Para resolver adequadamente a questão comercial, Firestein disse que as tarifas devem ser removidas. Além disso, os Estados Unidos e a China devem sentar-se e “ter negociações discretas”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.