Pandemia leva mais de 75 milhões de pessoas da Ásia-Pacífico à pobreza extrema

Relatório foi divulgado pelo Banco de Desenvolvimento Asiático

A pandemia de Covid-19 deixou entre 75 e 80 milhões de pessoas da Ásia-Pacífico para a pobreza extrema em 2020, de acordo com um novo relatório do Banco de Desenvolvimento Asiático (ADB, em inglês), divulgado na terça-feira.

De acordo com o documento, cerca de 203 milhões de pessoas, ou 5,2% da população em desenvolvimento da Ásia, viviam em extrema pobreza em 2017. Sem COVID-19, esse número teria diminuído para cerca de 2,6% em 2020.

Para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030, os tomadores de decisão “precisam aproveitar dados de alta qualidade e oportunos como um guia para ações para garantir que a recuperação não deixe ninguém para trás — especialmente os pobres e vulneráveis”, disse o economista-chefe do ADB, Yasuyuki Sawada, em uma declaração.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.