Pandemia impulsiona indústria de telemedicina na China

Reportagem publicada pelo The Wall Street Journal ressalta que estratégia chinesa “pode servir de modelo para todo o mundo”

O jornal norte-americano The Wall Street Journal publicou na última semana uma reportagem sobre o crescimento da telemedicina na China ocasionado pela epidemia do novo coronavírus.

O artigo afirma que essa indústria “apresentou a medicina online a milhões de pessoas e pode servir de modelo para o crescimento da telemedicina em todo o mundo”.

Desde o início do surto de COVID-19 na China, web plataformas de saúde como Alibaba Health e JD Health forneceram serviços gratuitos relacionados à doença. Além disso, o governo chinês implementou medidas para apoiar a indústria, incentivando o reembolso de consultas online.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.