Pandas voltam à China por falta de bambu em zoológico canadense

Animais consomem cerca de 40 quilos da planta diariamente

As restrições ao tráfego aéreo ocasionadas pela pandemia de coronavírus dificultaram o fornecimento de bambu para o zoológico de Calgary, no Canadá. O espaço é lar de dois pandas gigantes, que consomem 40 quilos da planta por dia. Diante das dificuldades, o local anunciou que enviará os animais à China.

O diretor do zoológico de Calgary, Clement Lanthier, explicou à rede de notícias alemã Deutsche Welle que o bambu é uma raridade no Canadá, precisando ser importado para abastecer o local. “Não podemos arriscar de não sermos capazes de fornecer o melhor atendimento aos pandas. Está na hora deles voltarem para casa”, disse.

Cerca de 99% da dieta dos pandas é composta de bambu fresco. Ainda não há uma data confirmada para o retorno dos animais à China, mas Lanthier espera que aconteça em breve para o bem dos animais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.