Pacientes recuperados de COVID-19 podem voltar à vida normal, diz médico

Observações clínicas têm mostrado que pessoas curadas não são mais infecciosas

Pesquisas médicas e observações clínicas têm apontado que os pacientes que se recuperaram do novo coronavírus não são mais infecciosos. De acordo com Cheng Zhenshun, diretor do departamento de medicina respiratória e de cuidados intensivos do Hospital Zhongshan da Universidade de Wuhan, essas pessoas podem voltar para casa com segurança.

Cheng ressaltou que certos critérios devem ser obedecidos antes da alta hospitalar: temperatura corporal normal por mais de três dias, melhoras de sintomas respiratórios e resultados negativos em dois testes consecutivos de ácido nucleico, por exemplo.

Segundo ele, os pacientes que são liberados dos hospitais também devem passar por uma observação médica de 14 dias em locais de isolamento e receber testes de ácido nucleico de novo antes de voltar para casa.

Cheng enfatizou que o procedimento rigoroso e baseado na ciência pode garantir a segurança para que os pacientes voltem para uma vida normal.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.