OMS avalia uso emergencial de vacinas chinesas

Imunizantes anti-Covid-19 da Sinovac e da Sinopharm estão sendo avaliados

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está estudando a possibilidade de aprovar o uso emergencial das vacinas contra Covid-19 dos laboratórios chineses Sinovac e Sinopharm, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor geral do órgão, nesta terça-feira.

“Estou feliz que uma equipe da OMS esteja atualmente na China para trabalhar com os fabricantes das vacinas da Sinovac e da Sinopharm para avaliar a conformidade com as práticas internacionais antes de uma potencial classificação para a utilização de emergência por parte da OMS”, afirmou Ghebreyesus.

Ele pediu que farmacêuticas de todo o mundo passem as informações sobre os fármacos “o mais rápido possível” para a OMS fazer a análise.

A Sinovac é a desenvolvedora da CoronaVac, imunizante produzido no Brasil pelo Instituto Butantan. A Sinopharm tem duas vacinas anti-Covid-19, uma delas foi aprovada na China em caráter emergencial em dezembro de 2020.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.