O meio-ambiente de pastagens mostra evolução

China realiza progressos na conservação de pastagens em seu território

A China fez grandes progressos na conservação de pastagens desde 2012. No último ano, a cobertura de vegetação em suas pradarias alcançou 55,3%, um aumento de 4,3% em relação a 2011, e as áreas naturais de pastagens somaram 392,8 milhões de hectares, respondendo por 12% do total global, sendo as maiores do mundo.

Segundo Liu Jiawen, funcionário da Administração Nacional de Florestamento e Pastagens, nos últimos anos a China intensificou esforços para melhorar o uso de suas pastagens e as condições das áreas de pastoreio, e aumentou as compensações e subsídios para a conservação ecológica. Como resultado, a taxa média de sobrecarga das pastagens naturais caiu de 18,7% em 2010 para 11,3% no último ano.

Desde 2011, o investimento do orçamento central em projetos de conservação de pastagens superou 40 bilhões de yuans. Pastores em 13 províncias e regiões autônomas recebem compensações financeiras e subsídios para suspender o pasto em certas áreas e manter o tamanho de seus rebanhos dentro da capacidade de carga dos pastos locais. Essas medidas têm aumentado o incentivo para proteger o ambiente local, e aumentado os rendimentos, mesmo quando há diminuição no número de reses dos rebanhos.

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.