Números

Edição 19, Ano 3

950 milhões

de chineses eram usuários da rede 4G no final de setembro, segundo dados do Ministério da Indústria e Tecnologia Informática. Cada assinante consumiu em setembro em média 2 gigabytes de dados, 140% mais em relação ao mesmo período do ano passado.

66

empresas chinesas foram incluídas entre as 500 marcas mais valiosas do mundo, 11 a mais em relação a 2017, segundo informe emitido pela Brand Finance, consultoria líder mundial de estrategia e avaliação empresarial. Segundo o Informe Global 500, 22 das 66 marcas chinesas estão entre as 100 principais. O número de solicitações de registro de marcas na China cresceu 83% em relação ao ano anterior, alcançando 1,5 milhão no primeiro trimestre de 2018, uma marca histórica.

17,58 milhões

de bebês nasceram na China em 2017, segundo a Comissão Nacional de Saúde Pública. Destes, 51% não eram o primeiro filho das famílias. Desde 2016, a China permite que os casais tenham dois filhos, para fazer frente ao rápido envelhecimento da população, decisão que pôs fim à política de filho único. A mortalidade materna baixou no ano passado a 19,6 por 100 mil nascimentos, enquanto a mortalidade de recém-nascidos reduziu-se para 6,8 por mil.

140 bilhões

de yuans (cerca de US$ 20,4 bilhões) foram destinados este ano pela China para manter o ritmo do alívio à pobreza, destacou o Ministério da Fazenda, em maio passado. Deste total, o Governo Central aportou mais de 86 bilhões de yuans, 30,3% mais em relação ao ano passado, enquanto 28 governos provinciais destinaram cerca de 54 bilhões de yuans. No final do ano passado, a China ainda tinha mais de 43 milhões de residentes rurais em condições de pobreza.

4,1 bilhões

de toneladas de dióxido de carbono deixaram de ser despejadas no ar na década passada, ao mesmo tempo que a China manteve crescimento econômico saudável.

US$ 666 bilhões

é o mentante das importações chinesas originadas de países da Iniciativa Cinturão e Rota. Pela primeira vez desde que a Iniciativa foi proposta há cinco anos, as importações chinesas dos países envolvidos nesse projeto aumentaram de maneira mais rápida que as exportações. O valor das importações em 2017 subiu para US$ 666 bilhões, um aumento de 20% em relação ao ano anterior, correspondendo a um aumento de 20% em relação ao ano anterior, correspondendo a 39% do valor total das importações chinesas, segundo informe compilado pelo Contro Estatal de Informação, um grupo de especialistas do Conselho do Estado.

139 x 131 milhões

é o número de turistas que entraram e saíram da China, respectivamente, em 2017, indicando aumentos de 0,8% e 6,9%. A Academia de Turismo da China (ATCh) destacou num relatório que os turistas que saíram do país gastaram US$ 115,3 bilhões durante suas viagens, um aumento de 5% em relação ao ano anterior. Ao mesmo tempo, vieram em à China 29,1 milhões de estrangeiros, um aumento de 3,6% e geraram uma renda de US$ 69,5 bilhões.    

204 mil

pessoas com formação superior criaram a própria empresa, segundo informe publicado pela empresa de pesquisas em educação MyCOS Institute, apenas em 2015, número que representa 3% do total de formados no país. Em 2009, apenas 1,2% dos formados haviam optado pelo empreendedorismo. Apesar da contínua desaceleração econômica, o mercado de emprego na China para os estudantes universitários manteve-se estável, já que 91,7% dos formados no ensino superior encontraram trabalho dentro de um período de seis meses após sua graduação em 2015, indica o relatório.

US$ 835 milhões

foram investidos em publicidade por empresas chinesas durante a Copa do Mundo de Futebol na Rússia 2018, segundo informou o Grupo Zenith, empresa especializada em pesquisa de mercado e análise de dados. Esta cifra representa 35% do total de acordos de patrocínio firmados este ano pelos organizadores da Copa. O Grupo Zenith afirmou que foi uma grande oportunidade para as marcas chinesas, apesar da não classificação da seleção nacional.

4.040

empresas de inteligência artificial estão em atividade na China. O país experimentou crescimento explosivo a partir de 2015, informou o Diário de Ciência e Tecnologia. Pequim abriga 1.070 delas, que correspondem a 26% do total nacional, segundo relatório, divulgado pela Comissão Municipal de Economia e Tecnologia Informática de Pequim.

530 MW

A Xinjiang Goldwind finalizou acordo de aquisição da  Stockyard Hill Wind Farm em Victoria, Austrália, da Origin Energy. O projeto de 530 MW é o maior acordo de compra de energia eólica já realizado na Austrália.

8,2 bilhões

de consultas e tratamentos foram oferecidos pelos centros de saúde da China em 2017, um aumento de 3,2% em relação ao ano anterior, segundo dados da Comissão Nacional de Saúde Pública da China. O país melhorou os serviços de diagnóstico e tratamento, com uma diminuição constante da mortalidade de pacientes hospitalizados por 16 doenças crônicas como as enfermidades pulmonares obstrutivas e os AVCs, informou Guo Yanhong, funcionária da comissão.

200 mil

pessoas deixaram de fumar em Pequim, nos últimos três anos, após a cidade adotar normas mais estritas para o controle do fumo, segundo informou em junho passado a comissão municipal de melhora da saúde. A taxa de fumantes adultos de Pequim é de 22,3%, isto é, 3,99 milhões, 200 mil a menos que a cifra de 2015.

150 milhões

de toneladas será a redução da capacidade de produção de carvão da China neste ano, segundo plano da Comissão Nacional para Desenvolvimento e Reforma.

3,9 bilhões

de yuans (US$ 585 bilhões) foram gastos pela China com educação em 2016, um aumento de 7,64% em relação a 2015, segundo relatório dos ministérios da Educação e da Fazenda, com apoio do Escritório Nacional de Estatística. De acordo com o documento, o valor superou pela primeira vez a marca dos 3 bilhões e equivale a 4,22% do PIB.

30%

foi a parcela de contribuição chinesa para o crescimento econômico mundial em 2017, informou o site chinanews.com a partir de informações oferecidas pelo Birô Nacional de Estatísticas da China. A economia do país cresceu 6,9% em 2017.

61

hospitais abriram clínicas de auxílio à superação do tabagismo. O número de de voluntários para o controle do fumo está perto de 15 mil no âmbito municipal. Os estabelecimentos médicos, escolas e hotéis têm um índice alto de cumprimento das normas, enquanto os restaurantes menores, os edifícios de escritórios e os lugares de lazer continuam sendo uma dificuldade para os reguladores.

500 milhões

de chineses já leem notícias em dispositivos celulares, o que corresponde a mais de 70% dos internautas do país.

60 milhões

de pessoas saíram da miséria nos últimos cinco anos na China, o que reduziu o índice de pobreza do país de 10,2% para menos de 4%, assinalou o presidente Xi Jinping em seu relatório diante do 19º Congresso Nacional do PCCh. “Nosso partido prometeu solenemente conseguir que as pessoas e áreas pobres passem a fazer parte, com o resto do país, de uma sociedade moderadamente próspera”, disse Xi aos mais de 2.300 delegados presentes no Grande Salão do Povo, em Pequim.

4,43 bilhões

de consultas foram feitas nas clínicas comunitárias em 2017, um aumento de 60 milhões de atendimentos em relação ao ano anterior.

9,4 milhões

de alunos chineses participaram em 7 de junho do exame nacional para acesso à universidade (conhecido em chinês como Gaokao), e que terá grande impacto em seu futuro. Segundo o plano de matrículas de 2017 elaborado pelo Ministério da Educação, espera-se que 3,72 milhões desses estudantes se matriculem em cursos de graduação após o exame, um aumento de quase 10 mil em relação a 2016. A concorrência é feroz para entrar nas instituições mais prestigiosas do país.