Novo embaixador da China nos EUA pede cooperação contra pandemia

Qin Gang sugeriu união para vacinas mais eficazes e ajuda a outros países

O novo embaixador chinês nos Estados Unidos, Qin Gang, pediu que as duas nações se unam para combater a pandemia de Covid-19, que ainda está se espalhando. “Que tal nossos dois países trabalhando em conjunto em soluções, por exemplo, para ter vacinas mais eficazes e ajudar outros países?” Qin tweetou na sexta-feira.

O diplomata chegou em Washington no fim de julho e está em uma auto-quarentena de 14 dias em sua residência. Ele ressaltou que a disseminação desenfreada da variante Delta é “preocupante”.

Até agora, o mundo registrou mais de 200 milhões de infecções por Covid–19 e quase 4,3 milhões de mortes, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.