Novo aeroporto em Pequim deverá usar mais energia renovável

Projeto combinará o uso de energia solar e da terra com as fontes tradicionais de energia

O Aeroporto Internacional Daxing de Pequim, que deverá entrar em operação em setembro de 2019, terá mais de 10% do seu consumo total de energia fornecido por fontes de energia renovável. Segundo a Comissão Municipal de Desenvolvimento e Reforma, ele combinará o uso de energia solar e energia da terra com as fontes tradicionais de energia.

Os sistemas fotovoltaicos solares vão ser instalados nos telhados do aeroporto, inclusive nas construções para estacionamentos de automóveis, hangares de jatos executivos e áreas de carga. De acordo com a programação, eles deverão gerar até 6,2 milhões de kW/h de eletricidade por ano. Além disso, serão instaladas bombas de calor geotérmico na bacia de detenção do rio Yongding nas proximidades do aeroporto, sendo que elas deverão fornecer energia aos sistemas de aquecimento e resfriamento nas suas instalações de apoio.

O Aeroporto Internacional Daxing ficará localizado a 46 km ao sul do centro da cidade, entre o distrito de Daxing de Pequim e Langfang, cidade na província de Hebei, e deve aliviar a pressão sobre o superlotado Aeroporto Internacional da Capital, que fica no nordeste da cidade.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.