Novo aeroporto de Pequim usa equipamento de aterrissagem às cegas

O Aeroporto Internacional de Pequim Daxing foi inaugurado dia 25 de setembro e essa foi a primeira vez que eles usaram tal equipamento para situações de baixa visibilidade

(190925) — BEIJING, 25 septiembre, 2019 (Xinhua) — El vuelo CA9597 de Air China despega en el Aeropuerto Internacional Daxing, en Beijing, capital de China, el 25 de septiembre de 2019. El nuevo Aeropuerto Internacional Daxing de Beijing registró el miércoles su primer vuelo, la partida de un avión de la compañía nacional China Southern Airlines. Situada a 46 kilómetros al sur del centro de Beijing, la obra tiene la forma de un ave fénix con las alas extendidas. Se espera que para 2025 esté atendiendo 72 millones de pasajeros y manejando 2 millones de toneladas de carga al año, con 620.000 despegues y aterrizajes. (Xinhua/Ju Huanzong) (jg) (ah)

O novo Aeroporto Internacional de Pequim Daxing usou pela primeira vez o seu equipamento de aterrissagem às cegas de última geração no início da manhã de terça-feira (10), para garantir o serviço em meio à baixa visibilidade. Para isso, o aeroporto usou o sistema de orientação da luz no solo de maior nível em meio a uma baixa visibilidade.

Uma aeronave Airbus 330 da companhia finlandesa Finnair, sob o comando do controlador da torre, aterrissou suavemente na pista do aeroporto com visibilidade abaixo de 175 m. Um pouco depois da aterrissagem do Airbus, um Boeing 738 da China United Airlines decolou da mesma pista e se tornou o primeiro avião a deixar o Aeroporto Internacional de Pequim Daxing com visibilidade abaixo de 175 m.

O aeroporto, localizado 46 km ao sul do centro de Pequim, foi inaugurado no dia 25 de setembro e foi projetado como uma fênix abrindo suas asas. A sua capacidade de movimentação de passageiros e cargas chegará a 72 milhões e 2 milhões de ton, respectivamente, até 2025, com 620 mil decolagens e pousos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.