Nenhuma força pode impedir a reunificação da China, diz porta-voz da parte continental

Declaração foi feita após assinatura da chamada “Lei de Taipei 2019” pelos Estados Unidos

A porta-voz do Departamento dos Assuntos de Taiwan do Conselho de Estado, Zhu Fenglian, manifestou firme oposição à assinatura da chamada “Lei de Taipei 2019” pelos Estados Unidos. Ela afirmou que a reunificação e a revitalização nacional da China não serão interrompidas por nenhuma força.

“A independência de Taiwan é uma contracorrente e levará a um beco sem saída”, disse Zhu. A funcionária deu as declarações depois que os Estados Unidos assinaram na quinta-feira a Lei da Iniciativa de Proteção e Aperfeiçoamento Internacional de Aliados de Taiwan.

“Há apenas uma China no mundo, e a parte continental e Taiwan pertencem a uma China”, destacou a porta-voz, sublinhando que a questão de Taiwan é assunto interno da China, e que não pode ter interferência de forças externas.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.