Navegação por satélite, um mercado que movimenta US$ 58,8 bi

O mercado de navegação por satélite na China deverá superar os 400 milhões de yuans (cerca de US$ 58,8 bilhões) até 2020, afirmou Ran Chengqi, diretor do Escritório de Navegação por Satélite da China, na 8a Conferência sobre Navegação por Satélite da China, realizada no final de maio. Ran afirmou que até lá o Sistema Beidou irá responder por uma fatia de mercado situada entre 240 e 320 bilhões de yuans. Segundo ele, mais de 30 milhões de módulos de chip, board cards e antenas de alta precisão foram vendidos em abril último, exportados para mais de 70 países e regiões, 30 dos quais integrantes da Iniciativa Cinturão e Rota. O Sistema Beidou tornou mais fácil a vida das pessoas por meio de assistência ao motorista, agricultura de precisão e administração imobiliária inteligente, disse Ran. Também na conferência, Wang Li, presidente da Comissão do Sistema de Navegação por Satélite da China, anunciou que a China irá lançar 18 satélites de navegação Beidou por volta de 2018. O sistema primeiro irá fornecer serviços para os países do Cinturão e Rota. Até 2020, os satélites Beidou irão compor um sistema global de navegação por satélite, acrescentou Wang.O mercado de navegação por satélite na China deverá superar os 400 milhões de yuans (cerca de US$ 58,8 bilhões) até 2020, afirmou Ran Chengqi, diretor do Escritório de Navegação por Satélite da China, na 8a Conferência sobre Navegação por Satélite da China, realizada no final de maio.

Ran afirmou que até lá o Sistema Beidou irá responder por uma fatia de mercado situada entre 240 e 320 bilhões de yuans. Segundo ele, mais de 30 milhões de módulos de chip, board cards e antenas de alta precisão foram vendidos em abril último, exportados para mais de 70 países

e regiões, 30 dos quais integrantes da Iniciativa Cinturão e Rota.

O Sistema Beidou tornou mais fácil a vida das pessoas por meio de assistência ao motorista, agricultura de precisão e administração imobiliária inteligente, disse Ran. Também na conferência, Wang Li, presidente da Comissão do Sistema de Navegação por Satélite da China, anunciou que a China irá lançar 18 satélites de navegação Beidou por volta de 2018. O sistema primeiro irá fornecer serviços para os países do Cinturão e  Rota. Até 2020, os satélites Beidou irão compor um sistema global de navegação por satélite, acrescentou Wang.

Sem Comentários ainda!

Seu endereço de e-mail não será publicado.