Nave de carga da China Tianzhou-4 reentrará na atmosfera

Maioria dos componentes do equipamento espacial deverá queimar durante a reentrada

Xinhua/Guo Zhongzheng

A nave de carga da China Tianzhou-4, com a missão de apoio à tripulação da Shenzhou-14, deverá reentrar na atmosfera de forma controlada na terça-feira, de acordo com a Agência Espacial Tripulada da China.

A maioria dos componentes da nave espacial irá queimar durante a reentrada, e uma pequena quantidade dos seus destroços cairá nas águas planejadas do Pacífico Sul, disse a agência em um breve comunicado nesta segunda-feira.

A nave de carga Tianzhou-4 foi lançada em 10 de maio do Campo de Lançamento Espacial de Wenchang, na Província de Hainan, no sul da China. A nave partiu da combinação da estação espacial em 9 de novembro e mudou para voo independente após completar todas as tarefas designadas.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.