Nasce filhote de panda gigante reproduzida artificialmente em Shaanxi, na China

Panda An’an deu à luz uma fêmea de 132,8 gramas na segunda-feira

Centro de Pesquisa do Panda Gigante de Qinling/Xinhua

Uma filhote de panda gigante gerada por métodos de reprodução artificial nasceu em uma base de criação na Província de Shaanxi, noroeste da China. A panda gigante, chamada “An’an”, deu à luz uma filhote fêmea na segunda-feira no Centro de Pesquisa do Panda Gigante de Qinling. A filhote, pesando 132,8 gramas ao nascer, estava em boa saúde, disse o centro.

Em agosto, Yongyong e Qinqin, duas pandas no centro, deram à luz um par de filhotes machos e um par de filhotes macho e fêmea, respectivamente. Só neste ano, o centro testemunhou o nascimento de cinco filhotes de reprodução artificial, o que elevou o número de pandas gigantes de Qinling em cativeiro para 41.

O panda gigante de Qinling é uma subespécie reconhecida pela primeira vez em 2005. Ele tem um crânio menor e mais redondo, focinho mais curto e menos pelos do que as mais familiares subespécies de Sichuan. Shaanxi começou a criar artificialmente pandas gigantes de Qinling na década de 1980 e estabeleceu um maduro sistema tecnológico de criação artificial.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.