Importação de melão brasileiro é autorizada pela China

A Administração Geral das Alfândegas do país asiático inspecionou fazendas produtoras da fruta no Rio Grande do Norte e no Ceará em meados de janeiro

A China autorizou a importação do melão brasileiro, pelo que diz um comunicado divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil. A decisão foi aprovada pela Administração Geral das Alfândegas (AGA) da China e, segundo o comunicado, “este acordo sobre o melão é simbólica por se tratar do primeiro entendimento sobre frutas com o país asiático”.

Além de trazer mais diversidade da pauta exportadora agrícola para a China (que hoje em dia é focada na venda de soja e carnes), o protocolo tem potencial de alavancar a fruticultura brasileira, especialmente no Nordeste do país, que hoje direciona as suas vendas externas para a Europa. A China é a maior parceira comercial do Brasil desde 2009. O ministério informou que o governo chinês publicará em breve a lista de fazendas e a estrutura das embalagens autorizadas para a exportação de melões.

Os técnicos da AGA inspecionaram as fazendas produtoras de melão no Rio Grande do Norte e no Ceará, em meados de janeiro, sendo que os estados são os maiores produtores da fruta do Brasil. “O objetivo da visita foi verificar as plantações nas áreas livres de mosca-da-fruta”, diz o comunicado oficial. A China é o maior consumidor de melões no mundo, mas atualmente, os maiores importadores da fruta do Brasil são Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai, Rússia e União Europeia.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.