Mortes por armas aumentaram 30% entre crianças dos EUA em uma década

Estudo da Universidade Estadual do Novo México foi publicado pelo site Health Day

mortes com arma de fogo

Créditos: Xiao Xiao/Xinhua

Uma análise publicada pelo site Health Day mostrou que crianças e adolescentes dos Estados Unidos possuem 30% mais chances de morrer por violência com armas de fogo, na última década.

O aumento foi impulsionado por grandes picos de suicídios relacionados a armas, bem como aumentos em todos os tipos de mortes relacionadas a armas entre meninas e crianças brancas não hispânicas, descobriram os investigadores.

“A última década pode ter visto o aumento mais acentuado até hoje nas mortes por armas de fogo entre crianças”, observou o coautor do estudo Jagdish Khubchandani, professor de saúde pública da Universidade Estadual do Novo México, em Las Cruces. A notícia não é surpreendente, “dado o aumento constante na posse e acesso de armas de fogo”, afirmou ele.

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.