Montadoras chinesas pedem padrões para a Internet dos Veículos

A demanda por padrões unificados se justifica como forma de economizar recursos, evitando que cada montadora se conecte à rede inteligente por uma interface própria

Executivos das principais montadoras da China pediram esforços para desenvolver a infraestrutura e os padrões e tecnologias relacionados à Internet dos Veículos (IoV, na sigla em inglês) de acordo com o jornal China Daily.

“A China deve estabelecer um padrão unificado de IoV, sem o qual cada montadora terá que se conectar com a rede inteligente através da sua própria interface, e isso representaria um sério desperdício de recursos”, afirmou Zhu Huarong, presidente da Changan Auto. Ele ainda disse que a IoV se refere à rede composta por carros inteligentes e conectados, sendo uma importante base para os futuros veículos inteligentes, especialmente para a condução autônoma.

O país está se esforçando para criar uma indústria de veículos conectados à Internet global e competitiva e planejando produzir mais carros inteligentes, que tenham funções parciais ou totalmente autônomas. Em 2020, a escala do mercado de veículos conectados do país deverá passar os 100 bilhões de yuans (US$ 12 bilhões), segundo informou o ministro da Indústria e Informatização, Miao Wei, no início da Conferência Mundial de Veículos Conectados Inteligentes.

A China ganhou força no setor de veículos conectados inteligentes com quase todas as grandes montadoras, incluindo a SAIC Motor e a Zhejiang Geely Holding Group, além de gigantes de Internet como a Tencent e o Baidu, investindo em massa nessa área.

“A Geely vai se dedicar à fabricação de carros inteligentes conectados à Internet e habilitados com inteligência artificial. Esses veículos terão suas funções inteligentes ativadas se estiverem conectados à rede através dos terminais móveis e se os condutores puderem se comunicar com o sistema do carro”, publicou o jornal, citando Shen Ziyu, vice-presidente do Instituto de Pesquisa Automotriz Geely.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.