Mongólia Interior inaugura primeiro museu da China dedicado ao milho

Na cidade do museu foram encontrados vestígios de milhete com cerca de oito mil anos, primeiros indícios do seu cultivo no mundo


O primeiro museu da China dedicado ao milho foi inaugurado no mês passado. Localizado na cidade de Chifeng, região autônoma da Mongólia Interior, o espaço expõe dados sobre o cultivo dessas plantas na China e a história da agricultura de sequeiro.

Nesta área, foram encontrados vestígios de milhete com cerca de oito mil anos, sendo estes os primeiros indícios do seu cultivo no mundo.

Grãos de milho carbonizados descobertos por arqueólogos há duas décadas estão em exibição no museu, que cobre uma área de 7.700 metros quadrados.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.