México aprova vacinas chinesas da Sinovac e da CanSino

O país imuniza a população desde dezembro de 2020

O governo do México anunciou, nesta quarta-feira, a aprovação para uso emergencial de duas vacinas chinesas, desenvolvidas pelos laboratórios Sinovac e CanSino.

Em entrevista à uma emissora local, Martha Delgado, da pasta de Relações Exteriores do México, informou a aprovação da Comissão Federal para a proteção contra riscos sanitários. 

A vacina contra Covid-19 da Sinovac, também usada no Brasil, deve ser administrada em duas doses, enquanto o imunizante da CanSino exige dose única e não requer equipamento para manter a cadeia fria.

A campanha de imunização do país latino começou em 24 de dezembro de 2020, com a vacina da Pfizer, e deve ser finalizada em março de 2022.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.