Mais de 30% das pequenas e médias empresas da China voltam a funcionar em meio à epidemia

País eleva apoios fiscais e financeiros para facilitar reabertura dos negócios

O número de pequenas e médias empresas que retomaram sua produção na China chegou a 32,8% nesta semana, conforme anunciou o vice-ministro da Indústria e Informatização da China, Zhang Kejian. O país tem aumentado suas políticas de apoio em uma tentativa de promover a volta dos trabalhos.

Governos locais estão sendo encorajados a reduzir ou dispensar impostos e taxas administrativas, além de aumentar subsídios para programas de formação empresariais. Instituições financeiras também serão incentivadas a diminuir taxas de juros dos empréstimos para empresas mais atingidas pelo surto.

“Garantiremos a implementação sólida das políticas de apoio e promoveremos a retomada dos negócios com abordagens separadas com base na situação local da epidemia”, diz Zhang Kejian.

Embora o índice esteja relativamente baixo no momento para o setor das pequenas e médias empresas, a recuperação está expandindo em muitos subsetores. As companhias de manufatura registraram uma taxa de recuperação de 43,1% até a quarta-feira. Os fornecedores de serviços online de educação e de tecnologia informática também atingiram uma taxa de retomada maior que 40%.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.