Mais de 150 mil são evacuados para evitar elefantes em Yunnan, na China

Grupo de 14 animais está retornando ao habitat natural após vaguear por mais de um ano

As autoridades da Província de Yunnan, no sudoeste da China, evacuaram mais de 150 mil residentes para evitar o confronto com uma manada de elefantes migratórios, informou um oficial na segunda-feira.

O grupo de 14 elefantes asiáticos selvagens está se aproximando de seu habitat natural depois de vaguear por quase um ano e meio. Por volta das 20 horas de domingo, a manada atravessou o rio Yuanjiang com orientação artificial e continuou para o sul, revelou Wan Yong, que chefia a sede encarregada de monitorar os animais em uma coletiva de imprensa.

Wan declarou que mais de 25 mil policiais e profissionais foram mobilizados, e um grande número de veículos e drones foram disponibilizados para orientar os elefantes. Cerca de 180 toneladas de alimentos foram fornecidas durante a migração.

Já se passaram cerca de 17 meses desde que a manada partiu de seu habitat em uma reserva natural na sub-região autônoma da etnia Dai de Xishuangbanna, no sul de Yunnan.

Os elefantes asiáticos selvagens, uma espécie emblemática da floresta tropical, estão sob proteção estatal de nível A na China.  Graças à intensificação dos esforços de proteção ambiental e da vida selvagem, sua população no país cresceu para cerca de 300 elefantes, a maioria deles espalhados em Yunnan.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.