Maior parte dos chineses têm consciência sobre preservação do patrimônio cultural

Pesquisa mostra que 80% dos entrevistados dão atenção a notícias sobre patrimônio cultural, e mais de 90% gostariam de aprender mais sobre sua preservação

Mais de 80% dos chineses afirmam dar grande atenção às notícias sobre o patrimônio cultural da China e sabe a importância da sua proteção, segundo um estudo publicado pelo China Youth Daily. Feita com 2 mil entrevistados por meio de um questionário online, a pesquisa ainda mostra que 90,2% das pessoas estão dispostas a aprender mais sobre a preservação do patrimônio cultural.

A pesquisa ainda mostra que, sobre os problemas de preservação, 68,2% dos entrevistados afirmaram devem ser adotadas medidas mais sistemáticas, e 74,8% deles acham que as pessoas ainda devem ampliar a sua consciência sobre o assunto.

Tang Miao, um acadêmico do departamento de arqueologia da Universidade de Jilin, ressaltou que os programas sobre relíquias culturais da TV da China, nos últimos anos, mudaram seu enfoque de mera coleção e valor econômico para as histórias por trás delas e que isso explica o crescimento da compreensão e consciência do público sobre a sua preservação.

Desde 2008, a China adota medidas como a promoção de entradas gratuitas em museus públicos e a criação de mais parques de patrimônio público. “A preservação do patrimônio cultural será insustentável sem a participação do público. Atualmente, com o estímulo do governo, há mais organizações não-governamentais e companhias através da China se juntando, e nós estamos explorando um modelo sustentável com base na relação mais estreita das pessoas com as relíquias culturais”, afirmou Tang.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.