Maior isenção de visto beneficiará ilha resort da China

A medida foi tomada com o objetivo de apoiar e facilitar a construção de uma zona piloto de livre comércio na província de Hainan

A China oferecerá maior isenção de visto a estrangeiros para acesso a sua província de Hainan, no extremo sul do país, em sua mais recente medida para apoiar a construção da zona piloto de livre comércio (ZLC) e um porto de livre comércio com características chinesas.

Sob a nova política, os estrangeiros podem entrar em Hainan sem visto para uma gama mais ampla de fins, incluindo negócios, visita, visita a parentes, tratamento médico, exposição e esportes, pelo que anunciou Qu Yunhai, vice-chefe da Administração Nacional de Imigração.

Além da política de isenção de visto, a China também facilitará o trabalho de estrangeiros na província e fornecerá mais conveniência para os turistas de entrada em cruzeiros e iates, assim como pacientes estrangeiros e suas famílias.

Os turistas individuais e em grupo de 59 países, incluindo Rússia, Grã-Bretanha, França, Alemanha e Estados Unidos, já tinham acesso sem visto a Hainan desde 1º de maio de 2018, na condição de que reservassem suas viagens através de agências. Até 30 de junho deste ano, 447 mil turistas estrangeiros visitaram Hainan sem visto, um aumento anual de 18,8%. A província arrecadou US$ 767 milhões em ganhos cambiais do turismo no ano passado, alta de 12,7%.

No ano passado, 35 rotas aéreas foram lançadas ou retomadas, melhorando as conexões entre Hainan e o mundo. Jia Tongbin, da Administração Nacional de Imigração, destaca que a política de isenção de visto abrangendo turistas de 59 países promoveu o turismo de Hainan e é de grande importância para a construção da ZLC da região.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.