Mahjong é cada vez mais popular nos EUA

O jogo de origem chinesa ganha adeptos estadunidenses por meio de grupos que se unem para jogá-lo

Todas as segundas-feiras, cerca de 100 mulheres – a maior parte do lado leste de Manhattan, na cidade de Nova York – reúnem-se num restaurante na Avenida Parque para uma coisa: jogar mahjong, um jogo de dominós de origem chinesa.

“Meus membros, a maioria deles são de Manhattan, e eu diria que a maioria deles são do lado leste, mas há membros do lado oeste também, bem como algumas pessoas do Brooklyn”, disse Linda Feinstein, organizadora do Manhattan Mah Jongg Club. “Eu tenho um grupo que vem de Beverly Hills todos os anos por dez dias, e eles jogam mahjong em uma das segundas”, acrescentou.

Feinstein, que aprendeu mahjong em uma viagem de família quando tinha nove anos, começou um clube de mahjong em 2005. “É absolutamente incrível como todos se apaixonam por ele e se viciam nele”, disse Feinstein. “As pessoas não jogam aqui apenas às segundas-feiras – eles jogam durante a semana”.

O jogo teve origem na China durante a Dinastia Qing (1644 -1911), e é jogado com ladrilhos, ganhou pularidade entre os jogadores americanos desde que foi introduzido pela primeira vez nos Estados Unidos no início da década de 20. Gregg Swain, co-autor do livro “Mah Jongg: A arte do jogo”, considera as regras do mahjong nos Estados Unidos “muito, muito diferente” do jogo chinês.

Na década de 20, quando o mahjong foi exportado pela primeira vez em grande escala, Joseph P. Babcock, que ajudou a apresentar o jogo para o mundo, decidiu que as regras chinesas eram muito complicadas para os ocidentais. Babcock decidiu simplificar o jogo, e muitas empresas que produziram os jogos de mahjong simplificaram ainda mais, afirmou Swain.

Em 1937, cinco mulheres de Nova York se reuniram e criaram a Liga Nacional de Mah Jongg. Elas levaram alguns princípios do jogo chinês, mas elas realmente fizeram o próprio jogo. A partir de 1937 com apenas 32 membros, a liga agora tem mais de 350 mil membros e serve como árbitro para tudo o que se relaciona com o jogo nos Estados Unidos.

Annelise Heinz, professora assistente de história da Universidade de Oregon, afirmou que o apelo estético do jogo e seu desafio intelectual agradável e profundo patrimônio cultural contribuíram para uma atração renovada pelas gerações mais jovens.

Mahjong está se tornando cada vez mais diversificado nos Estados Unidos. Muitos jogadores veteranos estão cruzando fronteiras étnicas e geracionais para aprender outros estilos do jogo. Recentemente, uma apresentadora de programa de palco perguntou à atriz vencedora do Oscar Julia Roberts o que ela faz para relaxar. “Eu Jogo mahjong com minhas amigas uma vez por semana “, disse Roberts. “O conceito dele é criar ordem em meio ao caos baseado em ladrilhos com desenhos aleatórios.”

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.