Macau leva “sabor português” à parte continental da China

Diversas empresas da Região Administrativa Especial levaram produtos de Portugal para a Feira de Produtos de Macau-Guangzhou

Durante a Feira de Produtos de Macau-Guangzhou, uma exposição realizada na capital da província de Guangdong, várias empresas de Macau trouxeram produtos portugueses como forma de convidar as pessoas do continente chinês a apreciar o “sabor português”. Compareceram neste evento mais de 100 empresas de ambos os lados.

Liang Yulian, representante da empresa de Macau, Vang Kei Hong Trading, em Guangdong, trouxe mais de dez tipos de vinhos de Portugal. Ela disse que, no ano passado, visitou várias cidades do continente, como Guangzhou, Dongguan e Jiangmen, para participar de exposições do tipo. “Esperamos apresentar mais produtos de alta qualidade e permitir que mais pessoas experimentem a cultura alimentar portuguesa.” Disse Liang. A empresa não só possui várias filiais no continente como também possui salas de exposições permanentes em quase dez cidades da parte continental para promover as especialidades dos países e regiões de língua portuguesa.

A Projoint International Limited Macau demonstrou o mesmo otimismo em relação ao mercado continental ao estabelecer uma filial na cidade costeira de Zhuhai em 2011, operando um armazém que cobre uma área de mais de 2 mil m². “Nos últimos dez anos, a logística e o transporte tornaram-se cada vez mais convenientes”, disse Huang Jieyi, representante comercial da empresa.

Huang contou que costumava levar sete ou oito dias para o desembaraço aduaneiro, mas agora apenas um ou dois dias são suficientes. Após o desembaraço aduaneiro, as mercadorias podem ser armazenadas no armazém alfandegado ou transportadas para o próprio armazém da empresa, e várias medidas inovadoras reduziram o custo da empresa.

Li Zaosen, Diretor Executivo do Conselho de Administração do Instituto de Promoção de Comércio e Investimento de Macau, afirmou que a região, como plataforma de serviços para a cooperação econômica e comercial entre a parte continental da China e os países de língua portuguesa, desempenha um papel importante no desenvolvimento da economia e comércio entre a China e Portugal.

Espera-se que, com as atividades anuais de intercâmbio, mais pessoas no continente aprendam sobre Portugal e o instituto apoie empresas dos países de língua portuguesa a se desenvolverem na Grande Área da Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau.

Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.